Reforma do criado mudo





Mais uma peça de muitos anos, tinha uma patina comum já muito desgastada. Pintei com tinta acrílica de parede. 
A cor mais escura obtive misturando a clara (chocolate branco) com uma escura que sobrou de um outro móvel (uva passa), que postei 
A parte interna pintei com  branco, é minha cor preferida para o interior dos móveis pois facilita na hora de procurar as coisas dentro.  O acabamento tanto externo quanto interno fiz com cera de carnaúba, dá um brilho discreto e um toque mais acetinado, além de deixar um cheirinho muito gostoso que lembra madeira de lei. 

Sempre que eu pinto as paredes do meu apartamento,  eu guardo as sobras em vidros pois facilita na hora da escolha de cores, além de conservar a tinta por mais tempo pois esses vidros de conservas comuns são hermeticamente fechados,   e para durarem mais tempo é melhor que as tintas não tenham sido diluídas em água. 
As tintas normalmente usadas para pintar paredes são ideais para pintar móveis, caixinhas, cerâmica ou outros objetos de decoração.
Outra dica é usar as bandejas de isopor, daquelas que vem com presunto e queijo para espalhar a tinta no rolo, mas se não tem bandeja forra um pratinho com um saco plastico. Evita sujeira e é prático. 





Mas no princípio da criação Deus 'os fez homem e mulher'. 'Por esta razão, o homem deixará pai e mãe e se unirá à sua mulher, e os dois se tornarão uma só carne'. Assim, eles já não são dois, mas sim uma só carne. Portanto, o que Deus uniu, ninguém o separe".
Marcos 10:6-9